ponte area

"Partiu de Lisboa a 23 de julho de 2020, com destino à Guiné-Bissau, o primeiro de quatro voos humanitários realizados ao abrigo do mecanismo Ponte Área Humanitária da União Europeia, que representa o esforço e solidariedade coletiva da União Europeia e dos Estados Membros, sob o espírito da Equipa Europa, em parceria com as Nações Unidas para, em tempo útil, apoiar o envio de ajuda humanitária às populações afetadas pela pandemia do Novo Coronavírus que lhes permita responder de forma robusta e adequada na prestação de cuidados da saúde e sanitários.

Esta ponte aérea, facilitada pelo Estado Português, acontecerá de 23 a 26 de julho  de 2020 e viabilizará o envio de cerca de 45 toneladas de material clínico e hospitalar, bem como medicamentos, vacinas, equipamento laboratorial e de proteção individual (máscaras, luvas, óculos, viseiras, mangas, sapatos e fatos) e material necessário para colheita e análise dos testes à COVID-19, que foram oferecidos por diversos organismos e ONG internacionais, com destaque para o PNUD e a UNICEF, e um vasto leque de entidades e da sociedade civil portuguesa, designadamente, Associação Bisturi Humanitário, Associação HELPO, Associação Portugal ConVida Todos, Cáritas Portuguesa, Corações com Coroa, Fundação Aga Khan, Fundação Calouste Gulbenkian, Instituto Marques de Valle Flor, Mães do Mundo, Mundo a Sorrir, P & D Factor, Saúde Sabe Tene e o Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge.

Durante o embarque dos materiais para o primeiro voo, no dia 22 de julho, estiveram presentes a Secretária de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação, Teresa Ribeiro, a Representante da Comissão Europeia em Portugal, Sofia Colares Alves, e o Embaixador de Guiné-Bissau em Lisboa, Hélder Vaz Lopes.

Esta operação integra uma abordagem compreensiva e mais abrangente de apoio aos países prioritários da Cooperação Portuguesa, em linha com aquela que é a Estratégia Operacional de Ação Humanitária e de Emergência do Estado Português."

Para mais informações consulte a página do Camões -  Instituto da Cooperação e da Língua.

  • Partilhe